Ano: 2013/2018
Área Total: 2.706m²
Localização: Rio de Janeiro

A importância da arquitetura funcional

A ETERJ é uma escola que oferece além dos cursos normais de graduação, ensino profissionalizante.

A arquitetura que encontramos não refletia de maneira clara a tecnologia e contemporaneidade envolvidas nesse processo educativo.

A arquitetura que encontramos não refletia de maneira clara a tecnologia e contemporaneidade envolvidas nesse processo educativo. Propusemos um plano diretor através de fases no espaço e no tempo que contemplassem a renovação da imagem da escola, retrofit do edifício existente e construção de novo edifício que comportasse laboratórios, salas de aula, midiateca, auditório além de estacionamento e novo pátio de recreação.

Propusemos um grid de estrutura metálica que uma vez edificado, poderia ser paulatinamente preenchido conforme as necessidades (solução que se mostrou adequada por ser mais rápida e silenciosa permitindo o funcionamento da escola durante as obras). As fachadas utilizam o elemento vazado de cerâmica “cobogó”, material de baixo custo que não só faz referência à cultura arquitetônica local, como permite o tão necessário sombreamento e ventilação passiva das circulações.

Painéis laminados completam a fachada ventilada da escola. A inserção da ETERJ em Santíssimo, bairro da zona oeste do Rio de Janeiro, tem com certeza um significado importante para a melhoria do espaço urbano de toda a região.

O grande esforço e envolvimento da diretoria na mudança arquitetônica da escola teve como resposta a manutenção dos antigos alunos e novas matrículas.

Autores: Ivo Mareines e Rafael Patalano

Museu do Mar

Mimetizando com a paisagem